fbpx

Blog

Keep IT on

SD-WAN: Adoção Inteligente | #5 Disponibilidade

No quinto vídeo sobre adoção inteligente de SD-WAN, nosso Founder e CEO Saulo Meneghini aponta como o acompanhamento da disponibilidade nos sites e links atendidos pela SD-WAN é um passo fundamental para que a troca de tecnologia não impacte o negócio.

 

Com ofertas de Nuvem e SaaS cada vez mais complexas e dirigidas às demandas dos negócios, empresas estão revendo seu ambiente de TI e isso inclui a estrutura da rede. Garantir um acesso rápido, seguro e com alto nível de adaptabilidade é um dos maiores desafios na atualidade. Nesse contexto, a SD-WAN (Software-Defined Wide Area Network) tem se popularizado em todo o mundo.

 

Essa tecnologia de conectividade de rede é a que mais traz resultados para os negócios, se tratando de custo, performance, conectividade e segurança. Mas como qualquer tecnologia, é preciso analisar, estudar e planejar essa mudança para que ela cumpra tudo aquilo que promete.

Com base em nosso conhecimento e experiência, criamos uma série de vídeos sobre adoção inteligente de SD-WAN, um roadmap completo para apoiar equipes de TI e Telecom nessa jornada de transição.

No quinto vídeo da série, nosso Founder e CEO Saulo Meneghini aponta como o acompanhamento da disponibilidade nos sites e links atendidos pela SD-WAN é um passo fundamental para que a troca de tecnologia não impacte o negócio. Só dar o play:

 

 

Como discutido anteriormente, o projeto de SD-WAN passa pela troca da tecnologia, dos hardwares e equipamentos, quanto pela troca de um ou dois provedores hoje em uma única malha, por diversos provedores.

No quesito disponibilidade dos equipamentos, a grande maioria das soluções de SD-WAN já oferecem alta disponibilidade, ativo-backup ou até ativo-ativo, o que reduzirá muito o custo de ter uma solução de hardware redundante. Caso não seja possível ter dois equipamentos, é importante ter em contrato possíveis trocas do equipamento, dentro de um SLA pré-definido, o que a gente chama de RMA.

Em algumas localidades o tempo total da indisponibilidade versus o tempo para executar a troca na falha de um equipamento, caso não exista redundância, ainda vale a pena investir na alta disponibilidade ou, pelo menos, em um equipamento de espera para reduzir o downtime.

O grande desafio da gestão da disponibilidade está justamente na escolha e a gestão do SLA das N operadoras envolvidas.

A contratação de provedores em cada localidade deve ser feita de uma forma muito cuidadosa, com uma análise site a site para garantir que os provedores que irão compor a malha não impactem na performance de qualidade e principalmente na disponibilidade do negócio, com problemas como meio físico compartilhado ou backbones com a conectividade comprometida ou não redundante.

Para finalizar, fazer uso de ferramentas e processos que meçam constantemente a disponibilidade, MTTR, MTBF em cada link e de cada provedor envolvido, permite que eventuais ofensores à disponibilidade sejam facilmente identificados e corrigidos de forma rápida e assertiva antes que impactem negativamente o negócio.

 


Tem um desafio?

Podemos ajudá-lo a superar, fale com um de nossos especialistas.


Escolha o canal de preferência para o contato

Receba primeiro
nossos conteúdos exclusivos

Tem um desafio?

Entre em contato com a gente.
Por favor, preencha o campo requerido.
Por favor, preencha o campo requerido.
Endereço:
Rua Baceunas, 109 - São Paulo/SP
Telefone: +55 11 2359-0440
Email: contato@pinpoint.com.brd

Segue a gente para ficar sempre atualizado

Facebook Instagram Linkedin WhatsApp