fbpx

Blog

Keep IT on

Como trazer observabilidade com visão de negócios à ambientes remotos como Citrix

Ambientes como Citrix são extremamente técnicos e não oferecem muitos recursos de análise para os gestores. Nosso Founder e CEO Saulo Meneghini contou um caso real de um de nossos clientes em que aplicou a observabilidade com uma visão de negócio para o ambiente Citrix deles.

O trabalho remoto veio para ficar, e isso não é mais novidade para ninguém. Mesmo com o fim da pandemia, cerca de 30% das empresas dizem que irão aderir ao modo de trabalho. Mas é preciso fazer uso de tecnologias que auxiliem as corporações e colaboradores para uma atuação eficiente e que mantenha o nível do serviço oferecido. 

 

Uma alternativa que muitas empresas encontraram para que seus colaboradores tivessem acesso aos sistemas e aplicações fora das dependências da empresa, ou também como uma medida de segurança, é o uso de tecnologias como o Citrix, que permite a virtualização de desktops. Apesar das diversas vantagens a camada de gestão desta plataforma é exclusivamente voltada para a equipe técnica e, portanto, não oferece uma visão gerencial unificada da qualidade real de entrega do serviço para os colaboradores.

 

Com essa demanda, em meados de março, um de nossos clientes nos contatou falando sobre as dificuldades que a força de trabalho remota estava tendo ao acessar os sistemas internos. E, o pior, só havia registro dos incidentes após eles já terem ocorrido e causado desgastes. Imaginem o impacto para o negócio se os mais de 10 mil funcionários em home office não conseguissem acessar seus desktops. 

 

Além disso existiam muitas outras questões que a empresa não tinha controle dentro do modo de trabalho remoto, como:

  1. O volume de acessos está normal para um determinado horário e dia da semana?
  2. Qual o volume de conexões por site, divididos por estado?
  3. Qual a distribuição entre usuários remotos e locais, divididos por filiais?
  4. Como a instabilidade no sistema Citrix está afetando as filiais?
  5. Os tempos de login estão ok?
  6. Quais os aplicativos mais utilizados?
  7. Quanto tempo os colaboradores têm ficado conectado? Há excessos nas jornadas de trabalho que possam implicar nas leis trabalhistas? 
  8. Todos os parâmetros de saúde acima estão ok em uma filial específica (drill down)?

Criamos então uma visão para o monitoramento real time deste ambiente, que além de mostrar de forma clara e objetiva a saúde da plataforma e também os pontos citados acima, permite que os negócios não sejam impactados pela instabilidade e que os colaboradores se mantivessem seguros em suas residências. 

Nesse primeiro dashboard é possível ver o volume de sessões ativas na plataforma no momento (1) e separadas por perfil de acesso (2), além disso uma linha do tempo que mostra a curva de acessos em determinado horário do dia (3) e, graças ao algoritmo preditivo que criamos para o TheEye, que analisa a linha base do comportamento e compara com o que está acontecendo no momento, podemos ver se os acessos estão normais para o momento (4). Além disso também é possível, por exemplo, os acessos divididos por estado (5) e por filial (6) e analisando um pouco a plataforma CITRIX, conseguimos averiguar, por perfil de acesso o tempo médio para login (7) e como a está a saúde do servidor da plataforma (8).

Ao olharmos o dashboard, nos chama a atenção que o tempo de login está fora do anormal para o horário. Neste caso o cliente optou por destacar os incidentes através de sinais visuais   mas também é possível por cor, por sons.

 

Já no dashboard acima verificamos a qualidade de acesso e rapidez aos servidores da empresa através da plataforma (lado direito), sendo possível verificar quais são as pastas e arquivos mais acessos dentro da rede, o tempo médio de download/ upload e como está o nível de uso da rede (dividido por departamento). Já do lado esquerdo é possível verificar tudo relacionado ao envio/ recebimento de e-mails como por exemplo qual a origem, o tempo médio para envio e como está o nível de uso das caixas de entrada.

Com este tipo de visão a velocidade de diagnóstico do tipo de arquivo e pasta que sobrecarrega os servidores torna-se mais rápida, como no dashboard acima, as pastas NOCC e GRE estão com tempo de download/ upload acima do normal analisado pelo nosso algoritmo e representado pela linha pontilhada cinza.

 

**Artigo escrito por Saulo Meneghini, Founder e CEO da Pinpoint. Especialista em monitoração e observabilidade para negócios.

 


 

Conheça as soluções Pinpoint para monitoração estratégica

Quer saber mais sobre nossas soluções em monitoração focadas para negócio? Clique aqui para falar com um especialista

Receba primeiro
nossos conteúdos exclusivos

Tem um desafio?

Entre em contato com a gente.
Por favor, preencha o campo requerido.
Por favor, preencha o campo requerido.
Endereço:
Rua Baceunas, 109 - São Paulo/SP
Telefone: +55 11 2359-0440
Email: contato@pinpoint.com.brd
 Facebook   Linkedin  Twitter    WhatsApp